reutilização

Jovem surpreende ao construir instrumentos musicais com madeiras encontradas no lixo

Aparentemente, a reportagem da Folha não tem a ver com o tema principal do blog, afinal o jovem paulistano contrói instrumentos musicais com madeiras descartadas e não com resíduos eletrônicos. Entretanto, a criatividade e a apropriação da tecnologia, alcançada através de aulas deconstrução de instrumentos musicais (luteria) e com uma boa dose de inventividade nos dão um dos mais belos exemplos de reutilização criativa do lixo. Como se pode reutilizar os resíduos eletrônicos é uma pergunta em aberto, com infinitas possibilidades de resposta. Capacitar jovens talentosos com sede de conhecer parece ser um ótimo caminho de construí-las. Assista ao vídeo, é emocionante.

Exposição Cultura Mestiça: lixo-arte eletrônic@ na Serralheria

por Dani Matielo

Quais os limites entre lixo e arte? Será que estamos chamando de lixo algo que ainda tem muito a oferecer? A reflexão é tema da Exposição Cultura Mestiça, aberta a partir de 29 de abril de 2011, no Serralheria Espaço Cultural, em São Paulo. Idealizada pelo coletivo Lixo Eletrônico, traz obras dos artistas Glauco Paiva e Hernani Dimantas, reunindo trabalhos inéditos que conversam com as mais diversas faces da cultura digital.

Trabalhando com as peças de celulares e computadores descartados, seja como matéria-prima real e palpável, com seus correspondentes virtualizados ou simplesmente como parte do imaginário coletivo, os artistas apontam para a cultura do remix, oferecendo novas recombinações de usos e significados.

Glauco e Hernani transformam o lixo eletrônico num emaranhado de conexões com a dimensão libertária que a cultura digital tem patrocinado. Através de robôs com formas e funcionalidades inesperadas, gravuras que utilizam impressoras digitais de última geração e pinturas que misturam sucata, impressões de alta resolução e placas metálicas de lixo tecnológico como suporte, os artistas exploram as mais variadas técnicas para oferecer às obras a expressão da recombinação de materiais e intenções, emprestando significados dos materiais e seus usos originais. | mais >

Reconstruindo casas com resíduos: o poder ilimitado da reutilização do lixo

O arquiteto estadonidense Mike Reynolds reutiliza resíduos na construção de casas de práticas sustentáveis. Isso mesmo, o ativista constroi casas (!!!) com pneus, latinhas, que além dos materiais utilizados, são equipadas com sistema de reutilização de água, energia solar e eólica. Quer saber mais? O trabalho criativo de Mike é retratado no documentário "Guerreiro do Lixo"  que será exibido quinta-feira, 31 de março, às 20:00 horas no Cine-clube socioambiental, em São Paulo, seguido de uma conversa com Yuri e Versa Sanada do Projeto Casa Orgância.  A entrada é franca e solidária: doe um quilo de alimento não perecível e ou produto de higiene.  | mais >

E se faz muita arte com lixo eletrônico

Filmes indicados ao Oscar, esculturas e instalações exibidas em estações de metrô e centros culturais, computadores personalizados para projetos sociais, bijuterias e artesanatos em geral, quadros tridimensionais. Interessados que somos em tudo diz respeito sobre os resíduos da tecnologia, seus usos e desusos, percebemos um interesse cada vez maior de artistas contemporâneos na utilização física de lixo, já nem lixo, eletrônico, ou do tema propriamente dito, em suas artes. Apesar de termo dois artistas em nosso Coletivo, não nos estamos especializando em arte. Sabemos, entretanto, que as expressões artísticas sensibilizam o ser humano muito além da razão e dos argumentos lógicos. E quem sabe o motive a lutar por uma gestão ambientalmente mais adequada e socialmente mais justa de resíduos sólidos, eletrônicos e tóxicos?  Quer ver mais arte? Veja Glauco Paiva e aqui.

Empresa inova com Outdoor de eletrônicos usados

A empresa BestBuy inovou com a divulgação de seu programa de reciclagem ao instalar um Outdoor no mínimo chamativo: a expressão principal do painel, E-CYCLE, trocadilho entre e-waste (resíduos eletrônicos) e recycle (reciclagem) que significa basicamente reciclagem de eletrônicos, não foi pintada e sim, composta de equipamentos utilizados. Veja o vídeo, em inglês. Dica do Felipe Fonseca, previamente publicada em Comunicadores.

See video

Para além da reciclagem: arte com lixo eletrônico

Nem só a reutilização funcional e a reciclagem são bons destinos para o lixo eletrônico: a utilização artística desses resíduos tem cada vez mais sido vista em artistas contemporâneos. Não que agora nós do lixoeletronico.org estamos nos especializando em história da arte mas como interessados nas questões, vimos vários usos artísticos de lixo eletrônico, como o retrato em alto relevo da cantora pop Lady Gaga, feito pelo artistita Jason Mecier (enviado por Angela Tijiwa) ou a escultura toda feita em materias recicláveis de Dom Quixote, cujo cavalo é todo feito com resíduos de teclados, mouses, calculadoras, etc... e que enfeita há anos o Conjunto Nacional em São Paulo. Ano passado, participamos na realização de um evento no Matilha Cultural, onde um dos colaboradores de nosso coletivo e também artista Glauco Paiva expôs algumas de suas obras. | mais >

Perguntas e Desafios para 2010

PERGUNTAS

Por que a reciclagem de eletrônicos ainda é tão cara?
O que fazer para diminuir custos e agregar valor ao ciclo reverso dos eletrônicos?
Qual é o melhor modelo de responsabidade para a gestão dos resíduos eletrônicos?
A Responsabilidade deve ser exclusiva do produtor ou compartilhada entre Estado, Indústria e Consumidor?
Os eletro-eletrônicos devem ser categorizados na legislação como perigosos ou como matéria-prima? Ou um modelo com diversas categorizações é mais eficiente? | mais >

Depósitos de eletrônicos: Cemitérios ou Centrais de Órgãos?

Foto: Paulo FehlauerHoje visitei um depósito de eletrônicos nos arredores da Santa Padroeira dos Eletrônicos, a Ifigênia junto com a Maira Begali, o Marcelo Braz (que há mais de ano desenvolve uma pesquisa-ação com sucateiros da região) o Pauo Fehlaer e o Filipe Pacheco (da Resvista22 - veja relato aqui). As condições de armazenagem e segurança no trabalho são péssimas. Os riscos de contaminação ambiental e humana, principalmente, são grandes. Ele compra eletrônicos, funcionando ou não. Em uma indústria de reciclagem, com as devidas licenças ambientais e procedimentos para assegurar a saúde e integridade do trabalhador, paga-se para reciclar os eletro-eletrônicos
| mais >

Por que é fundamental reutilizar os eletrônicos?

Mais uma vez, Flávia Fascendini nos brinda com um ótimo artigo, fruto de seu trabalho junto à Bolsa Avina de Investigação Jornalística para o Desenvolvimento Sustentável.  Em “Nosso sonho é que se possa articular um programa nacional de recondicionamento”, a autora discorre sobre os positivos impactos sociais de um programa de reutilização de computadores e demonstra que toda essa potencialidade não só melhora a qualidade de vida das comunidades afetadas como também a percepção da marca por trás do projeto.

Você ainda tem alguma dúvida que reutilização vale a pena?

Como reparar ou consertar seu computador com um guia e uma chave-de-fenda

A ONG espanhola Obsoletos disponibilizou em seu blog um diagrama para consertar e reparar qualquer computador pessoal. É bem prático e fácil de entender e usar. As figuras são retiradasdo livro Computer Repair with Diagnostic Flowcharts  de Morris Rosenthal. Os Diagramas estão em inglês, alguém se dispõe a traduzir? Clique para aumentar as imagens:

Problemas com o Monitor:

 

Problemas com a Fonte de Alimentação:

 

Problemas com o Placa de Rede: | mais >

Conteúdo sindicalizado